Palestra: As telas e a educação na realidade

Telas e realidade: um breve guia para pais

As telas se tornaram praticamente onipresentes – de smartphones a tablets, passando por computadores e televisões. Como é de se esperar, como pais e educadores podem ver-se um pouco sem saber como lidar com elas e, principalmente, como lidar com a relação dos filhos com elas. O impacto desses dispositivos no desenvolvimento infantil e adolescente vem sendo alvo de estudos e debates, como o ABCD Study, levado a cabo pelo Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos.

Aqui, vamos explorar alguns dos efeitos das telas sobre o cérebro das crianças e oferecer estratégias práticas para os pais navegarem nesse cenário digital de forma positiva.

O Impacto das telas no Desenvolvimento Infantil e Adolescente

Um dos estudos do ABCD  aponta para alterações significativas no cérebro de jovens relacionadas à atividade com telas (SMA, na sigla em inglês). De acordo com os pesquisadores, há uma correlação entre o tempo gasto em frente às telas e a estrutura cerebral, o que pode influenciar desde a cognição até a saúde mental dos jovens.

  • Desenvolvimento cerebral: a pesquisa revelou que atividades com telas estão associadas a mudanças em áreas do cérebro responsáveis por funções cruciais como atenção, processamento sensorial e desenvolvimento emocional. O amadurecimento precoce de certas regiões cerebrais, induzido pela exposição constante a estímulos digitais, pode impactar a habilidade das crianças de absorver e processar informações sensoriais, fundamental para seu aprendizado e interação com o mundo.
  • Modelos de comportamento: as telas frequentemente expõem crianças e adolescentes a comportamentos e valores que podem ser divergentes dos ensinamentos familiares. Este aspecto ressalta a necessidade de monitoramento e discussão sobre o conteúdo acessado, promovendo um consumo digital mais consciente. Além disso, esse uso pode estar associado a comportamentos autodestrutivos, sobretudo em adolescentes.
  • Distúrbios do sono: o estudo também associa o uso de telas antes de dormir a uma qualidade de sono reduzida. A luz azul emitida pelas telas pode interferir no ciclo natural do sono, prejudicando o descanso e, por consequência, o desempenho escolar e o bem-estar geral.
  • Isolamento social: embora as redes sociais e os jogos online possam oferecer a ilusão de conectividade, o estudo sugere uma correlação entre o uso excessivo de telas e o aumento do isolamento social, ressaltando a importância das interações cara a cara para o desenvolvimento social saudável.

 

Dicas para pais

Diante desses desafios, é essencial que os pais assumam um papel ativo na mediação do uso de telas por seus filhos:

  • Limites: defina horários e locais específicos em que o uso de telas é permitido, enfatizando atividades fora do ambiente digital.
  • Envolvimento ativo: Participe das escolhas digitais dos seus filhos. Conheça os jogos, aplicativos e plataformas que eles usam e discuta os conteúdos consumidos.
  • Alternativas enriquecedoras: incentive atividades que promovam desenvolvimento físico, cognitivo e emocional, como práticas esportivas, hobbies artísticos, leitura e exploração da natureza.
  • Tempo de qualidade em família: promova atividades em família sem a presença de dispositivos eletrônicos. Jogos de tabuleiro, passeios ao ar livre e projetos de voluntariado são ótimas formas de fortalecer laços afetivos e criar memórias valiosas.

O equilíbrio é a chave para garantir que as telas sejam utilizadas como ferramentas de aprendizado e entretenimento, sem comprometer o desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes. Encorajamos os pais a abordarem a tecnologia com mente aberta, mas também com discernimento e criatividade, para que possam guiar seus filhos através dos desafios e oportunidades que o mundo digital oferece.

Palestra: As telas e a educação na realidade

O primeiro colégio de Educação Personalizada do Brasil

  • Educação Personalizada do Infantil até o Ensino Médio (com tutorias e acompanhamento individual)
  • Ensino Bilíngue, Intercâmbios e certificações em Inglês e Espanhol
  • Alunos aprovados em grandes universidades do Brasil e em algumas das melhores do mundo
  • Mais de 27 anos de experiência

    Preencha o formulário abaixo para entrarmos em contato:





    Como você conheceu o Colégio Catamarã?

    Forma preferencial de contato:



    Dados coletados com finalidade exclusiva de contato para apresentação.

    Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar