“O Senhor nos espera em Belém, apesar de nossos defeitos”. 

Cantam os anjos quando anunciam aos pastores que, não muito longe dali, em um presépio, acaba de nascer Nosso Senhor Jesus Cristo: “Glória a Deus no mais alto dos céus, e na terra, paz” (Lc 2,14). É tempo de Natal! Que todos possamos nos unir a esse coro dos Anjos, glorificando a Deus com as nossas vidas e rezando pela Paz.

Em muitas partes do mundo, nos diz o Papa Francisco, fazem falta caminhos de paz que levem a curar feridas, há necessidades de artesãos de paz prontos a gerar, com engenhosidade e ousadia, processos de cura e de um novo encontro. […] Cada um de nós – nos exorta o Papa – “é chamado a ser um artífice da paz, unindo e não dividindo, extinguindo o ódio em vez de conservá-lo, abrindo caminhos de diálogo em vez de erguer novos muros.”

Por isso, neste Natal queremos que o canto dos anjos ressoe, em primeiro lugar, na nossa alma. “Tanto a paz como a guerra estão dentro de nós” (Sulco, n. 852), dizia são Josemaria.

Desejamos que todas as famílias do Catamarã (que cada um de nós) possa acolhê-Lo e se deixar amar e querer pelo Deus Menino para depois preencher o mundo com a sua paz!

Um Feliz e abençoado Natal a todos!

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar